Caso Dona Santina: corpo enterrado como indigente não é da idosa e buscas continuam

O delegado que investiga o desaparecimento de tia Santina deu entrevista sobre o caso pela primeira vez e uma informação reacendeu as esperanças da sobrinha da idosa. O delegado Glaucus Silva revelou que a perícia analisou o corpo que havia sido enterrado como indigente na mesma época em que Aparecida, sobrinha da idosa, recebeu a informação de que a tia estava morta. Os exames garantiram que não se tratava dela e mais, a Polícia Civil acredita que Eduardo, o homem apontado por Érika como o segundo responsável pelos cuidados de tia Santina, possa nem existir.

Nosso Whatsapp: https://cidadealerta.r7.com/whatsapp
Inscreva-se no canal Cidade Alerta: http://r7.com/0Fhv
Assista às íntegras no PlayPlus: https://www.playplus.com
Facebook: https://www.facebook.com/CidadeAlertaRecord/
Instagram: https://www.instagram.com/cidadealerta/
Twitter: https://twitter.com/cidadealerta
Site oficial: https://recordtv.r7.com/cidade-alerta

#CidadeAlerta #LuizBacci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo